Análise da Categoria de Atributo

Palavras chaves: atributo, análise, prioridade, defeito, NQA (Nível de Qualidade Aceitável), amostra, defeito, categoria, classificação, limite de controle, alarme, subgrupo, MF.

Propósito

As plataformas do programa DataLyzer® Spectrum com o código de registro B4 têm uma característica especial para uma análise mais profunda das características de atributo. Esta nota de aplicação explicará a análise de categoria e como executá-la dentro do DataLyzer® Spectrum.

Nota

Esta nota da aplicação assume que você tem um conhecimento prévio do DataLyzer® Spectrum. Para mais informação sobre tópicos básicos, consulte o manual do usuário do DataLyzer® Spectrum.

Aplicações

As características de análise de atributo são implementadas para permitir que as características de atributo sejam analisadas baseadas em categorias de defeitos além de totalizar o número dos defeitos. Por exemplo, os defeitos podem ser classificados por prioridade, deste modo, um gráfico separado pode ser visto para todos os defeitos críticos, todos os defeitos principais, e todos os defeitos menores.

Os defeitos podem também ser classificados por processo, deste modo, os usuários podem ver que departamento teve a maioria do total de defeitos. Por exemplo, se uma parte deve ser prensada, passada na máquina, e pintada, diversos erros podem acontecer em cada etapa deste processo. As categorias podem ser usadas para ver quantos erros aconteceram em cada etapa do processo.

Definir Categorias

Para implementar a análise de categoria de atributo, selecione Configurações/Definir Categorias do Defeito do menu principal do DataLyzer® Spectrum. Para adicionar uma categoria de defeito, pressione o botão “Adicionar”. Uma janela aparecerá. Entre com o nome da categoria de defeito na janela e pressione “Ok”.

A categoria que você criou aparecerá na janela “Definir Categorias de Defeito”. Continue este procedimento de adicionar categorias até que você esteja satisfeito com suas seleções de categoria e preencha os campos associados para cada categoria.

Cada categoria de defeito tem uma fileira de dados associada definida pelo usuário que deve ser preenchida antes da introdução de dados. À coluna da ordem, insira a importância da categoria de defeito. Por exemplo, a categoria mais importante deve ser avaliada com um “1”, e as categorias menos importantes devem ter números mais elevados.

Ao campo de limite, insira o número máximo de defeitos para cada categoria permitida por subgrupo inscrito. Isto inclui todos os defeitos dentro da categoria de defeito. Por exemplo, se a categoria “Menor” contém os defeitos “com bolhas”, “riscado” e “sem cor”, o número total dos defeitos com bolhas, riscado, e sem cor combinado não poderá exceder cinco defeitos.

O campo dos NQA permite que os usuários monitorem os defeitos sobre um período específico melhor que apenas um subgrupo. Ao tamanho do plano de amostragem, insira o número de partes que você deseja monitorar. Ao campo do NQA, insira o número de defeitos permitidos no Tamanho do Plano de Amostragem dado. Se qualquer número de subgrupos de defeitos exceder este limite, o subgrupo será considerado fora da especificação e indicado como tal na tela de condição do Hub. Se um número negativo for inserido numa célula de limite, não significará de fato nenhum limite.

Observe que se o Tamanho do Plano de Amostragem for do mesmo tamanho que o tamanho do subgrupo, o campo de limite e o campo de NQA pode ter os mesmos valores.

O campo “Combinar” dá a opção de criar uma categoria para manter uma contagem cumulativa de todas as categorias precedentes combinada. Há três ajustes possíveis para o campo “Combinar”. A configuração padrão é uma caixa não marcada. Isto significa que nenhuma categoria adicional será indicada. Se você clicar na caixa uma vez, uma caixa verificada aparece com a palavra “Somente”. Esta configuração indica somente a categoria cumulativa, e não indica a categoria individual. Se você clicar na caixa outra vez, uma caixa aparece com a palavra “Ambos”. Esta configuração indica a categoria cumulativa assim como a categoria individual.

No campo “Nome Combinado”, insira uma indicação do título para corresponder com as categorias combinadas. O nome combinado não pode exceder doze caracteres. Se o campo “Nome Combinado” for deixado em branco, o campo “Nome Combinado” pode também ser deixado vazio.

Como isso funciona:

Se nenhuma entrada for feita na coluna combinada, somente as categorias principais de defeito aparecem na tabela de categoria de defeito abaixo do gráfico de atributo durante a introdução de dados. Estas categorias são registradas individualmente com uma opção de total de defeitos. Você pode ver um gráfico para cada categoria e o total clicando no botão da categoria para cada uma delas.

Em alguns casos você pode desejar combinar as categorias e nomear separadamente a combinação. Nestes casos, você pode usar as opções da coluna “Combinar”. Estas opções incluem “Somente” e “Ambas”.
“Somente” substitui a fileira principal da categoria associada com uma fileira indicada com o nome indicado na coluna de “Nome Combinado” na tabela abaixo da carta de controle. Esta fileira contém um registro cumulativo de todas as fileiras acima dela. A categoria principal que esta substituiu continuará a ser registrada de maneira oculta. “Ambos” deixa a categoria principal de defeito na tabela e adiciona uma fileira para o registro cumulativo na tabela.

O gráfico abaixo mostra a configuração para a tabela de categoria que aparecerá abaixo da carta de controle durante a introdução de dados. Ao ver cartas de controle para um atributo, uma contagem separada será mantida de defeitos críticos, de defeitos principais, e de defeitos menores. Desde que “Somente” esteja selecionado na categoria “Maior”, entretanto, a categoria “Maior” não aparecerá na carta de controle, nem ao menos uma contagem interna para ela será mantida. A categoria “Maior” será substituída na tabela por um registro cumulativo das fileiras acima dela indicando os totais para os defeitos “Críticos” e “Maior”. Esta fileira será nomeada “Importante”, como designado na coluna “Nome Combinado”.

Se “Ambos” aparece na coluna “Combinar” para a fileira de defeitos “Menor”, isto fará com que ambos os defeitos menores e uma fileira cumulativa sejam introduzidos. A fileira cumulativa será nomeada “Todos Def.”. As janelas da introdução de dados para este exemplo e da carta de controle são mostradas mais tarde neste documento.

Uma vez que você esteja satisfeito com as mudanças que você fez às categorias de defeito da janela “Definir Categorias de Defeito”, pressione o botão “Ok” para salvar suas configurações e para sair para a tela principal do menu do DataLyzer® Spectrum. Pressione o botão “Cancelar” para sair para a tela principal do DataLyzer® Spectrum sem salvar suas alterações. Para apagar uma categoria, coloque o cursor na fileira da categoria que você deseja excluir e pressione o botão “Apagar”. As categorias em uso por uma característica não podem ser apagadas. Para renomear uma característica, coloque o cursor na fileira da categoria que você deseja renomear e pressione o botão “Renomear”. Uma janela similar à “Adicionar categoria” aparecerá. Entre com o nome que você quer nesta janela e pressione “Ok”.

A carta de controle parecerá como abaixo antes de inserir os dados:

Criação da Característica

As características de atributo com as categorias de defeitos devem ser criadas da mesma forma que as características normais de atributo. Uma vez que o atributo é criado, pressione a caixa de seleção “Usar categorias” situado na área da mão direita da janela de criação de característica. Uma nova coluna nomeada “Tipo” aparecerá na área de definição do defeito da janela de atributo. Nesta coluna, use a caixa de seleção para baixo para que cada defeito selecione uma categoria previamente definida para cada defeito. Pressione Arquivo/Salvar & Sair para salvar as alterações que você fez. Se alguma característica não tiver uma categoria selecionada, serão atribuídas automaticamente à categoria de defeito na janela “Definir categorias”.

Entrada de Dados

A introdução de dados para a análise estendida de atributos é feita da maneira normal de introdução de dados. Observe que a categoria do defeito de cada defeito está listada ao lado de seu nome. No final da tela da carta de controle, será exibida uma tabela com quantos defeitos foram encontrados em cada subgrupo por categoria. Pressionando qualquer dos botões de categoria à esquerda da tabela, será mostrada a carta de controle para a categoria dada em vez de indicar o número total dos defeitos, que é o padrão. A barra do título no alto da janela de introdução de dados identificará que categoria está sendo vista.

A seguir podemos ver como a janela aparece durante a introdução de dados:

Excedendo os Limites da Categoria de Defeito

Ao criar as categorias de defeito, as especificações foram ajustadas para o número de defeitos permitidos pelo Tamanho do Plano de Amostragem e tamanho do Subgrupo. Se qualquer um destes limites for excedido, o DataLyzer® Spectrum exibe ao operador uma mensagem de alerta antes de salvar os valores dos dados. O bloco específico para o subgrupo fora do controle e da categoria de defeito fora do controle é conservado em vermelho na tabela de categoria abaixo do gráfico da carta de controle. Ao usar categorias combinadas, se o limite do subgrupo ou o NQA forem excedidos para as categorias cumulativas associadas, a caixa de categoria combinada será mostrada em vermelho. Quando os limites do subgrupo são excedidos, o DataLyzer® Spectrum interpreta-a como os dados incorporados fora dos limites de especificação. O ponto é conservado em vermelho na carta do controle. Quando:


Gráficos de Exemplo

O seguinte gráfico é um exemplo da contagem total de atributos. Ele mostra o número total dos defeitos para todas as categorias de uma só vez. Para ver a carta de totais de atributo de uma carta de categorias, pressione o botão “Todas” que é situado abaixo da coluna Menor. Para ver a carta para qualquer categoria específica, pressione o botão no canto inferior esquerdo com o nome da categoria nele.

O gráfico seguinte é um gráfico da categoria “Crítico” . Observe que os únicos pontos mostrados são pontos mostrados na categoria “Crítico”.

O gráfico seguinte é um exemplo de um gráfico da categoria “Menor”.

O gráfico seguinte é um exemplo de “Importante” combinando os gráficos Crítico e Maior.

O seguinte gráfico é um exemplo de gráfico de “Todos os Defeitos” combinando as categorias gráficas Crítico, Maior, e Menor.

Nota de Aplicação do DataLyzer® Spectrum
Cumprimentos da Stephen Computer Services, Inc.
Número de Controle: 156

http://www.datalyzer.com.br