Relatório de Atributos Consolidados

Palavras Chave: relatório, atributo, documentação, impressão, característica, sumário.

Objetivo

A finalidade do relatório de atributo consolidado é fornecer uma visão geral do status das cartas do atributo. Esta visão geral contém o número de defeitos, os valores de PPM e o número das cartas em controle estatístico. Há seis tipos de relatórios que podem ser impressos dentro do relatório consolidado de atributo.

São eles: ConATT, defeitos, defeitos com detalhes, somente pareto, agrupados por pareto, e agrupados por pareto – 2 níveis

Esta nota de aplicação explicará primeiramente as configurações compartilhados por todos os relatórios, e então entrará no detalhe sobre cada um dos seis relatórios na área consolidada do relatório de atributo que explica configurações específicas dando exemplos.

Configuração do Relatório

Para iniciar a configuração, selecione Relatórios / Resumos / Relatório de Atributos Consolidados da tela principal do menu do Datalyzer® .

A janela de configuração do relatório aparecerá permitindo que você comece a configurar seu relatório.

As áreas dentro das caixas verde significam as áreas que são as mesmas em cada relatório.

Uma vez que uma configuração é mudada na área de opções do relatório, tal configuração torna-se padrão para a próxima vez que o relatório é aberto.

fig1.gif

Quadro do relatório

No quadro do relatório, você pode mudar o título do relatório padrão. O título padrão relaciona com o tipo de relatório a ser selecionado. O sexto tipo de relatório será descrito abaixo. Se você mudar o título, ele tornará o título padrão na próxima vez que você selecionar o relatório de atributos consolidados.

Configurações do quadro

Duas áreas da "configuração do quadro" são sempre as mesmas para todos os relatórios consolidados de atributo. São as áreas do tempo de início e tempo de fim e dos grupos de impressão mostrada dentro das caixas da cor verde no exemplo precedente. Cada um dos seis têm seus próprias configurações e título originais.

Data de inicio e Data final

No quadro de configuração você pode selecionar o período da data para o relatório. Um período da data é requerido para estes relatórios. Se você não incorporar nenhumas datas, a escala padrão nos campos da data será assumida. Isto é diferente de outros relatórios do DataLyzer® onde todos os subgrupos são supostos, se você não fizer uma seleção. A escala de data padrão começa na data atual e termina em 31 de dezembro do ano atual.

Grupos de Impressão

Neste quadro você pode selecionar para usar todos os grupo de dados ou escolhê-los para usar somente dados de grupos de impressão específicos. Quando você clica no botão “Selecionar” aparecerá uma janela contendo todos os grupos de impressão disponíveis para os grupo de dados selecionados. Você pode selecionar um ou mais grupos de impressão.

Veja a documentação de ajuda do DataLyzer® para mais informação sobre a criação e o uso do grupo de impressão.

Botão Grupo de dados

Clique no botão "Grupo de dados" para selecionar quais grupos de dados serão incluídos no relatório. Usando a botão de "Grupo de dados" da tela principal da configuração do relatório, selecione os grupo de dados a serem incluídos. Desde que os nomes dos "Grupo de dados" são restringidos a 8 caracteres dentro do DataLyzer®, você pode dar aos "Grupo de dados" um título separado neste relatório incorporando um título diferente no campo “Título do Relatório". Todas as características dentro do "Grupo de dados" serão incluídas no relatório, a menos que os "grupos de impressão" selecionados ou a opção " somente cartas variáveis " estiverem selecionadas.

fig2.gif

Botão Visualizar

O botão “Visualizar” traz uma tela de visualização onde você pode ver como o relatório parecerá quando impresso.

Botão Imprimir

O botão “Imprimir” imprime o relatório.

Botão Para disco

Impressão HTML não é atualmente suportada para esse relatório, entretanto, o botão “Para disco” permite usuários criarem um arquivo de texto do relatório que possa ser visualizado dentro de vários programas Microsoft®.

O ‘nome do arquivo’ contém o caminho e o nome desse arquivo. Use o botão ‘browse’ para selecionar um novo local ou criar um diferente nome de arquivo.

A área “colunas” permite que você selecione a largura das colunas no arquivo de texto. O botão “Largura Fixa” permite um tamanho padrão a ser posto entre cada coluna. O botão “Demilitado por Tabulação” coloca uma tabulação na coluna de cada relatório.

A área “Incluir” permite os usuários incluírem informações adicionais dentro do relatório. A caixa de seleção “Titulo das Colunas” deixa usuários incluir títulos no alto de cada coluna

O campo “Outra informação” inclui outra informação dentro do relatório como o grupo de impressão, datas selecionadas, e definições de CC IC e CC MT.

fig3.gif

Botão Cancelar

O botão Cancelar volta para a tela principal do DataLyzer®.

Descrição dos relatórios

Relatório ConATT

O relatório ConATT pode ser usado comparar as mesmas características de atributo de partes diferentes. Usando este método, você pode ver quantos defeitos estão em um processo de parte para parte. Você pode selecionar os nomes das características que estão incluídas em múltiplas partes para ver defeitos de parte para parte, como uma contagem de todos os defeitos de todas as características de atributo dentro da parte.

Os grupos de relatório primeiramente pelo grupo de dados, proporcionam uma categoria definida usuário tal como a parte. A carta contem colunas para o número das cartas, o tamanho do subgrupo, o número dos produtos inspecionados, o número dos subgrupos, o número dos defeitos, o PPM, o número das cartas com a quantidade mínima de subgrupos, a porcentagem fora de subgrupos do controle, e a porcentagem das cartas em controle como uma porcentagem do número das cartas com a quantidade mínima de subgrupos.

Configuração do Relatório ConATT

Afigura abaixo mostra a janela de configuração para relatórios do tipo ConATT.

fig4.gif

Min SG

A fim de calcular corretamente o status de uma característica, deve haver uma determinada quantidade de subgrupos inscritos. Entre com a quantidade mínina de subgrupos necessários para inicio dos cálculos no campo Min SG.

Max FDC

No campo Max FDC, entre com a máxima porcentagem permitida para os subgrupos FDC antes que as cartas serem declaradas como fora de controle. A carta não será incluída no relatório se tiver mais do que a máxima porcentagem permitida dos subgrupos fora de controle.

Segundo Grupo Por

O relatório ConAtt agrupa as características baseadas no grupo de dados que estão inclusas. A segunda classificação é definida pelo usuário. As opções para classificar são parte, ou um dos três campos de cabeçalho. Uma das quatro opções disponíveis nesse quadro “Segundo grupo por:” podem ser escolhidas

Nomes de Caracter. Especiais

Nos campos de “Nomes de Caracter. Especiais”, você pode inserir os nomes das características encontradas nas múltiplas partes que podem ser comparadas. Cada nome inserido na área Nomes de Caracter. Especiais terá sua própria linha em cada grupo no relatório. Alguns exemplos das características especiais que podem estar nas múltiplas partes são defeitos visuais, modalidade de falha, e inspeção final. A busca não é case sensitive. Se nenhum nome de característica for inserido, haverá uma visão geral de todos os atributos dentro de cada grupo no relatório.

Relatório de Exemplo “ConATT”

A seguinte figura é um exemplo de um relatório de ConATT que compara "defeitos visuais", de "modalidade de falha das características", e "da inspeção final" em três partes diferentes.

fig5.gif

Relatórios de Defeitos e Defeitos com Detalhes

A finalidade do relatório de Defeitos é dar uma rápida introspecção de onde os problemas apareceram e se uma a ação é requerida. Contem o nome da parte, a característica, o tamanho do subgrupo, o número inspecionados, o número dos subgrupos, o número dos defeitos, e as partes por milhão defeituosa.

O relatório de Defeitos com detalhes é similar, exceto que traz mais detalhes. Não somente dá uma visão geral do número dos defeitos fora do número inspecionado, mas dá também uma visão geral de cada subgrupo no relatório que contém a data e a hora da entrada do subgrupo, dos parâmetros incorporados, das notas incorporadas, e de uma contagem dos defeitos. Contém muito mais informação, e é frequentemente impresso em diversas páginas.

Configuração do Relatório

A configuração do relatório é a mesma para o relatório de Defeitos e o relatório de Defeitos com Detalhes.

PPM Min

Para impedir um detalhamento demasiado no relatório, a caixa de validação PPM Min pode ser validada de modo que as características com quantidades pequenas de defeitos por milhão não sejam inclusas no relatório. As valores das partes por milhão podem ser editadas para adequar-se com suas necessidades.

Primeiro Grupo por

O relatório de defeitos será classificado dependendo do item selecionado na área "Primeiro grupo por". As quatro opções de classificação são o nome da peça e os três campos de cabeçalho dentro de todas as partes. O título do cabeçalho definido pelo usuário aparece automaticamente na área "Primeiro grupo por". O seguinte tela mostra a tela de configuração dos relatórios de Defeitos e de Defeitos com Detalhe.

fig6.gif

Exemplo de relatório de “Defeitos”

fig7.gif

Exemplo de relatório de “Defeitos com Detalhes”

Observe que é muito mais longo do que o relatório de “Defeitos”.

fig8.gif

Somente Pareto, Agrupado por Pareto, Agrupado por Pareto – 2 Níveis

A finalidade dos relatórios de Pareto é dar um Pareto acumulado de diferentes cartas de atributo. Combinando defeitos des cartas diferentes em um Pareto pode ser enganador porque a porcentagem dos produtos inspecionados e as oportunidades para defeitos podem ser completamente diferentes

Configuração do Relatório

A seguinte tela é uma janela de configuração do relatório de um Pareto agrupado - 2 níveis.

O relatório “Agrupado por Pareto” não contem a área "Segundo grupo por" e o relatório de “Pareto” não contem a área"Grupo por”

fig9.gif

Ordenar por Custo

O Pareto pode ser impresso pelo custo validando a caixa “Ordenar por Custo". Neste caso, cada modalidade de falha necessitaria ter um custo associado na configuração da característica. Os custos podem ser definidos quando a característica é criada, ou podem ser adicionados mais tarde.

Agrupo por áreas

O grupo por áreas permite que você agrupe o pareto em níveis diferentes. Os quatro níveis de grupos disponíveis são parte e os três campos definidos do cabeçalho. Uma vez que a opção agrupar é selecionada na área do "Primeiro Grupo por não estará disponível no "Segundo Grupo por".

Exemplo de relatório de Pareto “Sem agrupamento”

A seguinte figura é um exemplo de relatório de Pareto sem agrupamento. Observe que o relatório não mostra onde os defeitos são encontrados. Isto porque não foi usado nehuma opção de agrupar.

fig10.gif

Relatório de exemplo “Pareto Agrupado 1º nível ”

O seguinte relatório é um exemplo de um Pareto agrupado pela parte. Observe que há uma lista para que os defeitos apareçam em cada parte.

fig11.gif

Relatório de exemplo “Pareto Agrupado 2º nível ”

O seguinte relatório é um exemplo de Pareto – 2º Nível. Observe que há uma seção separada do relatório para cada nome de unidade, e uma seção separada para cada parte dentro do unidade. Este relatório foi agrupado primeiramente por unidade e então por Parte.

fig12.gif

Notas de Aplicação do DataLyzer® Spectrum
Cumprimentos da Stephen Computer Services, Inc.

Número de controle: 20

http://www.datalyzer.com.br