CEP - Controle Estatístico de Processo
AutoSatellite (Satélite Automático)

Palavras-chave: foreground, background, entrada de dados, Satélite, porta COM, entrada de dados contínua, ininterrupto, automático, PLC, Rs-232, multi-tarefa.

Finalidade

O AutoSatellite é um pacote separado usado como um acessório da entrada de dados no Hub do DataLyzer® Spectrum. É muito similar ao programa Satélite padrão do DataLyzer® Spectrum exceto por ter sido projetado para acessar continuamente os dados sem interrupção. O AutoSatellite usa a operação de foreground/background (primeiro plano/plano de fundo) para acessar dados de dispositivos como CLPs ou outras fontes Rs-232 as quais não necessariamente informam ao usuário todas as vezes em que os dados estão sendo enviados. Por causa da natureza multi-tarefa do módulo AutoSatellite, um usuário pode visualizar as cartas ou entrar com notas enquanto a introdução de dados está seguindo simultaneamente em background.

O AutoSatellite difere do programa Satélite do DataLyzer® Spectrum porque ele realmente não lê e não utiliza todas as configurações do arquivo de seqüência que está sendo executada. O AutoSatellite abre todas as características dentro da seqüência para a entrada de dados, e os dados para cada característica são armazenados diretamente, assim que ele vem do gage. Isto significa que mesmo se o canal 1 entrega dados duas vezes mais rapidamente que o canal 2, cada leitura de ambos os canais ainda será armazenada.

A finalidade deste documento é descrever a operação específica, indicando as funcionalidades do AutoSatellite que enfatizam as diferenças entre ele e o pacote padrão do Satélite do DataLyzer® Spectrum. A documentação padrão do Hub e do Satélite do DataLyzer® Spectrum deve ser consultada como um dos fundamentos para o uso do AutoSatellite.

Limitações

O AutoSatellite suporta somente características variáveis. As seqüências com 3 ou menos características podem armazenar dados a cada segundo. Para seqüências com mais de 3 características, divida o número das características por 3 para encontrar a taxa máxima para armazenamento dos dados. Por exemplo, uma página com 12 características poderia armazenar uma nova série de dados a cada 4 segundos. O programa AutoSatellite está limitado atualmente a uma página por Satélite. O número máximo das características permitidas na página é 64, entretanto, as características podem ser arranjadas em qualquer combinação de seqüências. As opções avançadas da seqüência não são lidas no AutoSatellite, conseqüentemente quaisquer destas opções definidas para a seqüência são irrelevantes. O modelo do gage deve ser configurado para a leitura multi-canal com um canal definido para cada característica na página do AutoSatellite. A SCS não recomenda o uso de múltiplos arquivos de gage com o programa AutoSatellite.

Instalação

Instale o programa AutoSatellite da mesma maneira que qualquer outro programa do DataLyzer® Spectrum. Insira o CD no drive. Selecione "Instalar Produtos" então "Instalar o Software Satélite" e siga as orientações do programa de instalação.

Configuração do Gage

Um modelo multi-canal do gage deve ser criado com um canal para cada característica conectada a ele. O arquivo do gage pode ser criado e testado no Hub e ser copiado na pasta .../gages dentro da pasta do programa AutoSatellite, ou pode ser criado diretamente no AutoSatellite. A criação do gage no programa AutoSatellite funciona da mesma maneira como na criação do gage no Satélite do DataLyzer® Spectrum. Desde que o AutoSatellite suporta somente a entrada de gage multi-canal, nós tivemos que incluir essa seção no manual principal do programa.

Multi-Canal

Alguns gages transmitem medidas múltiplas em uma transmissão na ordem aleatória. Quando este for o caso, estas medidas estão rotuladas tipicamente com um identificador da medida na transmissão. A finalidade da facilidade multi-canal é travar sobre etiquetas de identificação para a entrada de dados, ao invés de travar sobre o número da linha onde foi transmitida. Estes arquivos de gage multi-canal devem ser tipicamente criados para cada arquivo da parte por causa da natureza específica da ordenação das características envolvidas. A operação multi-canal do gage utiliza tipicamente linha-única por transmissão da configuração do gage com o sinal "#" no modelo do gage. A facilidade multi-canal é então acessada para amarrar uma identificação do canal (channel I.D.) a uma característica individual da parte.

A janela para configuração da tradução multi-canal se assemelha a esta:

Informação do canal

A área “informação do canal” indica o número atual da descrição do canal.

Alerta

O campo "Alerta" permite que o usuário entre com uma mensagem a ser enviada ao gage para solicitar uma leitura do canal corrente. Este campo não deve ser usado para solicitar uma leitura de todos os canais. Todas as solicitações globais devem ser inseridas na tela principal de configuração do gage.

Identificador

Entre com uma seqüência de caracteres no campo do "Identificador" que identifica de forma única a linha que contém a leitura para o canal corrente. Isto poderia ser uma etiqueta como: "linha central X =" ou "raio =" ou um número de canal tal como "01" ou "A". É importante que você entre com os caracteres nas posições exatas da coluna que ocorrem na transmissão do gage.

Número da Leitura

O campo “Número de leitura" permite leituras múltiplas pela linha para ser manipulado. Se somente uma medida for transmitida pela linha então entre com "1" neste campo.

Coluna

O campo "Coluna" não permite entrada. Indica meramente a posição do cursor para o campo "identificador", assim você pode localizar o identificador do canal específico na posição exata da string de transmissão de linha. Por exemplo, se a interface do gage transmite 02 como o identificador do canal na posição 10 e 11, você deve por "0" na posição 10 e "2" na posição 11 do campo "Identificador". O campo da coluna exibe onde você está assim que você move o cursor.

O botão Anterior e Próximo

Os botões ANTERIOR e PRÓXIMO permitem que você faça a varredura e configure até 64 descrições de canal.

O botão Salvar

O botão SALVAR salva o modelo para um arquivo .gag.

O botão Cancelar

O botão CANCELAR sai sem salvar.

Característica e Configuração de Seqüência

A preparação deve ser feita no hub antes do AutoSatellite executar operacionalmente. Crie uma característica correspondente para cada canal do gage. Selecione OPÇÕES/FUNÇÃO do menu e atribua o número do canal do gage à característica. Para atribuir um número de canal a uma característica, use a letra "H" na frente do número de canal na função da característica. Por exemplo, se a leitura de uma característica vier do canal 1, digite "H1" na janela "texto da função".

Depois que todas as características são criadas, faça uma seqüência contendo todas as características associadas com o AutoSatellite. No HUB, a seqüência pode ter qualquer configuração, entretanto, todas as seqüências são executadas da mesma maneira no AutoSatellite. Na tela do status do HUB, crie um satélite e atribua páginas e a seqüência a ser executada no AutoSatellite da mesma maneira que um satélite normal é criado.

Descrição do Programa

A tela de estado do AutoSatellite é similar à tela de estado do Satélite original. Consulte a documentação do Satélite do DataLyzer® para o uso da maioria dos botões e características do programa.

Na barra de menu do AutoSatellite, há um botão que alterna entre "Ativar Gages" e "Desativar Gages" quando você o pressiona. O AutoSatellite começa a coleta de dados quando o menu é alternado para "Ativar Gages" que parece uma tela similar à da seqüência “Por-Parte”.

Clicando no nome da seqüência durante o modo de coleta de dados alterna entre a tela de estado dea página e a tela de entrada de dados. Para vizualizar relatórios ou estados específicos, use as teclas-chave descritas na documentação do Satélite do DataLyzer®. Adicionalmente, duas teclas-chave foram adicionadas para o uso com notas dentro do AutoSatellite:

A tecla-chave "n" pode ser pressionada para inserir uma nota no subgrupo atual. Quando o cursor está situado no campo data/hora de uma característica individual, ele entra somente com a nota naquela característica. Quando o nome da seqüência é destacado, a nota está incorporada para todas as características dentro da seqüência.

A tecla-chave "r" pode ser usada para visualizar todas as notas inseridas nas últimas oito horas e para características individuais ou à seqüência inteira da mesma maneira.

Como o Satélite do DataLyzer®, o AutoSatellite tem uma coleção mais ampla e mais detalhada dos relatórios disponíveis nos programas Hub e Executivo.

Notas de Aplicação do DataLyzer® Spectrum
Cumprimentos da Stephen Computer Services, Inc.

Número de controle: 58

http://www.datalyzer.com.br