Dr CEP

OEE (Eficiência Geral de Equipamento)

Junho/2017

Cálculo do OEE

Olá pessoal, tudo certo? É bom estarmos juntos novamente.

Neste informativo iremos falar sobre cálculo do OEE.

Veja na imagem abaixo como é feito o cálculo OEE.

OEE

Tempo de Responsabilidade da Equipe de Produção

Do tempo total de um equipamento, deve-se considerar para cálculo do OEE apenas o tempo que é de responsabilidade da equipe de produção.

Ou seja, o tempo que o equipamento não produziu devido à empresa não estar em seu horário de funcionamento, ou aquele tempo que o equipamento não produziu, apesar de estar no horário de trabalho, por razões alheias à equipe de produção – não produziu porque não havia pedidos, por exemplo, também não entra no cálculo do OEE.

Retirando estes tempos do tempo total sobra o tempo, que é de responsabilidade da equipe de produção, para produzir o que precisa ser produzido, e é com base neste tempo que se calcula o OEE.

Disponibilidade

É o percentual do tempo que o equipamento estava trabalhando, comparado ao total do tempo disponível para ser utilizado.

O tempo de parada pode ser classificado em:

A disponibilidade nos diz quanto tempo o equipamento produziu em relação ao tempo total disponível para produção, sendo calculado da seguinte maneira:

Disponibilidade % = (Tempo produzindo / Tempo programado) * 100%

Podemos observar, quanto maior o tempo produzindo, maior a disponibilidade.
E quanto menor a disponibilidade, maior é o tempo que o equipamento ficou parado.

Performance

É a relação entre a velocidade real que o equipamento operou com a velocidade padrão que ele deveria operar.

A performance compara a quantidade produzida com a quantidade teórica que poderia ter sido produzida enquanto o equipamento estava produzindo, independente da qualidade do que foi produzido, sendo calculado da seguinte maneira:

Performance % = (Quantidade Produção Real / Quantidade Produção Teórica) * 100%

Sendo que:
Quantidade Produção Teórica = Tempo Produzindo / Tempo Ciclo Padrão

Ainda, se considerarmos que:

Quantidade Produção Real = Tempo Produzindo / Tempo Ciclo Real, então teremos:

Performance% = ((Tempo Produzindo / Tempo Ciclo Real) / (Tempo Produzindo / Tempo Ciclo Padrão) ) * 100%

Performance% = (Tempo Ciclo Padrão / Tempo Ciclo Real ) * 100%

Ou seja, podemos medir a Performance instantânea do equipamento medindo o tempo ciclo real e comparando com o tempo ciclo padrão.

Qualidade

A qualidade nos diz a qualidade daquilo que saiu da máquina, ou seja, quantos itens bons foram produzidos em relação ao total de itens produzidos, sendo calculado da seguinte maneira:

Qualidade% = (Quantidade de Bons / Quantidade Total Produzida)* 100%

sendo que Quantidade Total Produzida = Quantidade de Bons + Quantidade de Ruins

É importante lembrar que somente são considerados itens bons aqueles que ficaram bons na primeira vez, já os itens que foram retrabalhados para atender às especificações ou aqueles itens que foram reclassificados, do tipo A para o Tipo B porque não atendeu às especificações de A, não são considerados itens bons.

Então podemos observar, a qualidade somente será 100% quando Quantidade de Ruins for igual à ZERO.

OEE

A partir do momento que se tem os fatores de Disponibilidade, Performance e Qualidade, para se calcular o OEE basta realizar o produto entre eles:

OEE% = Disponibilidade % * Performance % * Qualidade %

Exemplo

Exemplo em uma situação comum no chão de fábrica. O equipamento funciona em turno de 8 horas, com preparação de 40 minutos e tempo de reabastecimento de 10 minutos. Ele produz cada item em ciclo de 8 segundos. Ao fim do período, há 3 mil itens fabricados, com 20 deles refugados.

Com isso, há os seguintes elementos para análise:

Tempo programado 480 minutos
Tempo programado 50 minutos
Ciclo de produção do item 8 segundos
Produção 3 mil itens
Refugo 20 itens

O cálculo 1 se refere à disponibilidade. Sua fórmula é:

D (%) (tempo produzindo / tempo programado) x 100
D (%) (480 – 50 / 480) x 100
D (%) (430 / 480) x 100
D (%) 0,8958 x 100
D (%) 89,58%

O cálculo 2 afere a performance, a partir da fórmula:

P (%) (quantidade de produção real / quantidade de produção teórica) x 100

Neste caso, a produção teórica é medida por meio da relação entre o tempo de produção e o ciclo padrão (430 minutos x 60 segundos / 8 segundos de ciclo).
A produção teórica é de 3.225 itens.

P (%) (3.000 / 3.225) x 100
P (%) 0,9302 x 100
P (%) 93,02%

O cálculo 3 vai mensurar a qualidade, baseando-se na fórmula:

Q (%) (quantidade de itens bons / quantidade total) x 100
Q (%) (3.000 – 20 / 3.000) x 1000
Q (%) (2.980 / 3.000) x 100
Q (%) 0,9933 x 100
Q (%) 99,33%

Com os três índices medidos, calcula-se a OEE

OEE (%) D (%) x P (%) x Q (%)
OEE (%) 89,58% x 93,02% x 99,33%
OEE (%) 82,78%

As organizações com elevados patamares de eficiência trabalham com índices de OEE acima de 90%. Na simulação acima, a indústria precisaria avaliar a implementação de mudanças para eliminar perdas no seu processo produtivo.




doutorcep@datalyzer.com.br


Bem pessoal é isso aí, até a próxima!

http://www.datalyzer.com.br