Ano I - Nº 06 - Junho/2004
Gestão da Qualidade: O Envolvimento de Pessoas

Olá pessoal,

Vamos falar neste mês sobre um recurso disponível em qualquer empresa e que tem contribuído de forma significativa para atingir os objetivos específicos e estratégicos da organização: o envolvimento das pessoas. Pessoas competentes integram conhecimento, experiência e, principalmente, aptidão: o saber fazer, o já ter feito e o gostar de fazer. A consciência de que seu trabalho é importante faz com que as pessoas se envolvam de maneira efetiva, vestindo a camisa da empresa com dedicação.

Quando as pessoas são envolvidas nos processos, elas compreendem sua importância e seu papel na empresa, aceitando que são responsáveis pelos problemas e pelas soluções. Elas são motivadas a identificar os obstáculos e a avaliá-los; a aperfeiçoar seu conhecimento e experiência e a compartilhá-los, discutindo os problemas abertamente. As pessoas passam a ter orgulho de fazer parte da organização, obtendo satisfação de seu trabalho e, por conseqüência, um bom representante junto aos clientes, à comunidade e ao público em geral.

Dessa maneira, os colaboradores se sentem motivados, comprometidos e envolvidos com a organização. Sua Inovação e criatividade tornam-se ferramentas para atingir os objetivos da empresa, já que a responsabilidade pelo desempenho, compartilhada pela organização, aliada à satisfação do cliente interno, gera lucro para empresa. Essa integração leva à uma participação efetiva e contribui para a tomada de decisão e para a melhoria contínua. Vamos lá?


doutorcep@datalyzer.com.br
Cartas de Controle de Atributo

As cartas de controle e os estudos de capabilidade são as principais ferramentas usadas para descrever processos graficamente. Elas são compostas dos resultados da amostragem no decorrer do processo e são traçadas como pontos em gráficos especiais.

As cartas de controle de atributo são compostas somente de um gráfico que monitora as variações de lote à lote nos termos de percentagem ou quantidade de não-conformidades. Esse tipo de carta permite a coleta de situações ir/não-ir, passa/não-passa; casos onde algo é bom ou ruim, defeituoso ou não-defeituoso.

Enquanto o alvo para não-conformidades é sempre zero, muitos processos desajustados que exibem variações de causa comum levam a uma não- conformidade "previsível" acima de zero, permitindo ações que melhorem o desempenho do processo. As características de atributo podem ser dos tipos p, np, c ou u.

Abaixo, veja um gráfico desse tipo de carta:

No próximo número, vamos falar sobre a Carta p.

http://www.datalyzer.com.br